sábado, 25 de abril de 2015

Nomenclatura dos compostos carbônicos,dicas para salvar sua vida: Parte 1: cadeias normais

A nomenclatura dos compostos carbônicos é um dos temas que mais aterroriza os alunos do ensino médio. Ok, admito que o negócio é chato mesmo, cheio de regras e etc., as existem alguns macetes que podem ajudar. Vamos lá!


1) No caso de cadeias normais (não ramificadas):





Neste caso, onde existe um grupo funcional (OH, hidroxila = álcool) e uma insaturação (ligação dupla), a numeração dos carbonos deve ser iniciada a partir do grupo funcional:



Para nomear, neste caso, inicie com o prefixo, que indica o número de carbonos na cadeia principal, neste caso 5 = pent

Logo após o prefixo, vem a indicação do carbono onde está a insaturação = 2

Após isso, vem o infixo, que indica o tipo de ligação, neste caso é dupla, infixo = en

Após o sufixo vem a indicação do carbono onde está ligado o grupo funcional = 1

E por último vem o sufixo, que indica o grupo funcional, no caso dos álcoois = ol

Então, para esta molécula, o nome fica Pent-2-en-1-ol.


Na próxima trarei exemplos de hidrocarbonetos, onde não há grupo funcional!!!

Quem tiver dúvidas só mandar uma mensagem!!!

3 comentários:

  1. Do jeito como foi escrita essa estrutura isso pode ser a forma simplificada de um aldeído, onde COH representa H-C=O, portanto não sendo um álcool insaturado, mas sim uma aldeído insaturado. Se esta estrutura é realmente um álcool, então estão faltando dois átomos de H ligados ao carbono 1 da estrutura.

    ResponderExcluir