sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

A batata é só batata??

Essa charge tem corrido as redes sociais. além de engraçada, ela serve de alerta: a batata perfeita das grandes redes de Fast food pode ser deliciosa, mas tem de tudo ali, até batata...Sua receita mais parece uma aula de química!!!


video


Eu amo batata frita, se deixar como um kilo disso, mas me controlo. Por mais deliciosa que seja, essas batatas prontas, ou pré-fritas, como aquelas que a gente compra congeladas no supermercado tem de todo, até batata...a charge traz uma lista enorme de ingredientes, e não são invenção!!!! Confira aqui a matéria onde o McDonald's revela os 19 ingredientes que usa em sua batata (eu disse que tinha ATÉ batata ali....).

Será que esse monte de coisa é assim tão inocente, não fazem mal algum para a saúde??? Pois bem, vamos conhecê-los melhor....

1) Dimetilpolisiloxano (DMS)

De acordo com o site Química Nova Interativa, da Sociedade Brasileira de Química, o DMS é " um polímero de silício, orgânico, inerte, atóxico e não inflamável. Suas aplicações vão desde lentes de contato até dispositivos médicos. Também está presente em xampús, deixando os cabelos mais brilhantes e macios, nos alimentos como um agente antiespumante e em óleos lubrificantes. Algumas de suas aplicações mais comuns estão nas massinhas de modelar" . Bem, o que ele faz na batata? Esse derivado do silicone impede que se forme espuma durante a fritura. 

Ele é realmente inerte para nossa saúde?

Até onde se sabe, não existem estudos que comprovem se ele é seguro ou não. A princípio é considerado inerte, mas, convenhamos, silicone não é algo que foi feito para se comer com frequência, não é mesmo?

2) TBHQ (terc-butil-hidroquinona)


Esta substância é um antioxidante, um conservante. Ela impede que, ao entrar em contato com o ar, a batata fique escura. Assim como o DMS, em quantidades pequenas, ele é considerado seguro para consumo, mas não existem dados sobre seu consumo a longo prazo. Segundo a matéria do jornal Extra, "Nos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA) afirma que a quantidade de TBHQ não pode ultrapassar 0,02% do total de óleo ou gordura do alimento. O mesmo limite é fixado no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em outros países, como Japão e Cananá, a substância é proibida, pois pesquisas relacionam o consumo do antioxidante e casos de câncer". Então, melhor não exagerar!!

Outro conservante usado é o ácido cítrico. Proveniente de frutas cítricas, ele é muito utilizado na indústria alimentícia.

Além destas substâncias, estão presentes o açúcar, que garante a cor dourada das batatas, diversos óleos vegetais, como soja, milho e canola (todos transgênicos, principalmente a canola), aromatizante de carne (isso, batata sabor carne) e sal, muuuiiiitttoooo sal. Cloreto de sódio (NaCl), uma bomba para nosso sistema circulatório!!

Em geral as batatas pré-fritas que compramos congeladas tem um pouco menos de aditivos. Uma das poucas que achei a lista de ingredientes na net foi a Copacol. De acordo com o site da empresa, as batatas contém "óleo vegetal e estabilizante estabilizante pirofosfato ácido de sódio (INS E450)".



Bem, como podemos ver, apesar de deliciosas, consumir essas batatas em excesso não faz nada bem. Primeiro porque são fritas, aumentam e muito a taxa de lipídeos no organismo, provocam obesidade, etc. Segundo, porque elas contém aditivos demais, substâncias que não são 100% seguras. Comer vez ou outra, tudo bem, mas tem muita gente que come isso todo dia, cuidado!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário