sábado, 24 de outubro de 2015

O uso indiscriminado de antibióticos e a resistência bacteriana

Hoje vi uma imagem compartilhada no Facebook que me preocupou muito. Uma manicure ensinava a adicionar amoxicilina ao esmalte, com a intenção de fortalecer as unhas. Você tem noção do risco que este tipo de atitude trás para sua saúde??



A amoxicilina é um antibiótico, um derivado da penicilina, cuja venda é controlada no Brasil, ou seja, para comprar é preciso receita, e uma via da receita fica retida na farmácia. Isso é frescura?? Não, pode ter certeza que não.

Antibióticos, principalmente os derivadas da penicilina, possuem um risco muito alto de gerar reações alérgicas (ou seja, são altamente alergênicos). Por isso, o uso indiscriminado pode acabar gerando sensibilização e reações alérgicas. Imagine, ficar usando o remédio a toa, e quando tiver uma infecção, não poder usá-lo poi desenvolveu alergia???

Outro fator de risco: a resistência das bactérias. Bactérias resistentes a antibióticos ocorrem de forma natural. Estudos já estimaram que no Brasil até 80% das bactérias possam ser resistentes a antibióticos (DUARTE et al., 1994). Essa resistência ocorre, dentre outros fatores, em função do uso excessivo dos antibióticos: quanto mais se usa, mais as bactérias são expostas. As que são resistentes se reproduzem, fazendo com que mais  bactérias resistentes surjam. Desta forma, quando alguém precisa tomar o antibiótico para tratar uma infecção, e está contaminado com bactérias resistentes, não vai fazer efeito nenhum, e a infecção vai progredir no organismo.

Mais um fator de risco: se expor a antibióticos sem necessidade acaba por prejudicar a microbiota saudável de nossa pele e intestinos. Temos bactérias que são boas, que auxiliam nas defesas da pele, e na absorção de nutrientes pelo intestino. os antibióticos matam também essas bactérias, reduzindo nossas defesas. 

Então, por favor, não faça esse tipo de coisa: antibiótico, somente para tratar infecções, e com receita médica. Está com as unhas fracas??? Use um esmalte fortalecedor, aumente a ingestão de alimentos saudáveis (unhas fracas em geral ocorrem por má nutrição), mas antibióticos, NÃO!!!!

Referências

Duarte D.; Veras M.A.; Martins J.A. Perfil evolutivo da resistência do Staphylococcus aureus – experiência do Hospital Adventista Silvestre. In: Programa Oficial e Resumo de Trabalhos do VIII Congresso Brasileiro de Infectologia, Porto Alegre. Resumo nº 91, p. 82, 1994.

Davies, J.; Davies, D. Origins and evolution of antibiotic resistance.Microbiology and Molecular Biology Reviews, n. 74, v. 3, p. 417-433. 2010.


Um comentário:

  1. Eu estava com minhas unhas super frágeis, sempre usando esmalte fortalecedor e mesmo assim não adiantava, quando fui doar sangue descobri o verdadeiro motivo: ANEMIA, ou seja, falta de ferro...
    Comecei a comer mais feijão e outros alimentos com ferro em sua composição, pronto, pra mim resolveu, acredito que pra maioria da população também resolva...
    Importante sempre questionar e investigar a veracidade das informações que as pessoas passam no boca-a-boca, pode ser verdade, poder ser mito como pode ser a maior furada...
    Como disse a Andressa, usar antibióticos ou qualquer outro medicamento sem prescrição de um médico é furada, mesmo que seja só na unha, o corpo absorve mesmo assim, se não sua unha, supostamente, não fortaleceria.

    ResponderExcluir